Um estudo conduzido por cientistas do laboratório Sinovac, na China, e publicado nesta terça-feira (29) afirma que a vacina contra a Covid-19 CoronaVac é segura e eficaz em crianças e adolescentes.

Segundo o artigo divulgado na revista científica The Lancet, após duas doses da CoronaVac aplicadas em um intervalo de 28 dias, mais de 96% do grupo testado (552 crianças e adolescentes saudáveis de 3 a 17 anos) produziu anticorpos contra o Sars-CoV-2. Confira as fases do estudo:

  • Fase 1: envolveu 72 participantes e foi realizada entre 31 de outubro e 2 de dezembro de 2020
  • Fase 2: envolveu 480 participantes e foi realizada entre 12 e 30 de dezembro de 2020

Na maioria dos casos, as reações adversas foram ligeiras ou moderadas, sendo a dor no local da injeção o sintoma mais comum. Apenas uma reação adversa grave foi relatada no grupo de controle – um caso de pneumonia; no entanto, não estava relacionado à vacinação.

A CoronaVac utiliza a tecnologia do “vírus inativado”. Vacinas inativadas são compostas pelo vírus morto ou por partes dele. Esses vírus não conseguem nos deixar doentes, mas isso é suficiente para gerar uma resposta imune e criar no nosso organismo uma memória de como nos defender contra uma ameaça. A tecnologia é bastante tradicional e foi desenvolvida há cerca de 70 anos

A China aprovou a CoronaVac para crianças e adolescentes de 3 a 17 anos no dia 4 de junho, se tornando o primeiro do mundo a aprovar uma vacina contra a Covid para crianças.Além da CoronaVac, a China também está aplicando as vacinas da Sinopharm e da CanSino.

Por G1/PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *