Certos tipos de conteúdos quando chegam às redes sociais ou grupos de aplicativos de mensagens se alastram como fogo em pólvora.

É o caso de um vídeo onde acontece uma execução, acompanhado de uma legenda, que tem sido espalhado últimos dias, principalmente em grupos de WhatsApp de cidades do Pará. O Portal Verifica, serviço de verificação de fatos do Portal Tailândia, resolveu checar essa publicação.

A publicação que é compartilhada pelos internautas , traz a seguinte legenda:

“Repórter é executado após denunciar superfaturamento na prefeitura de Moju – Pará. Um verdadeiro faroeste”

Essa informação é falsa, não se trata de nenhum fato na cidade de Moju, nordeste do Pará.

Execução ocorreu no Equador
A filmagem é real, mas captura o momento em que um cantor latino-americano chamado Jorge Fernando Lino Macas foi morto a tiros enquanto jantava na cidade de Guayaquil, Equador, no início deste ano.

Gravação editada com acréscimo de áudio
Em uma inspeção mais detalhada, a gravação parece ter sido editada, com um som mal dublado que falha na sincronização com a ação dramática na tela, como já mostrado pela AFP. Normalmente, as imagens de câmeras de monitoramento também não gravam áudio.

Um internauta relata a história e descreve como o cantor do Promedio 20 , Jorge Fernando Lino ‘Vanilla' Macas, foi morto a tiros enquanto comia com amigos em Guayaquil, a segunda maior cidade do Equador. Ele compartilha outro ângulo de filmagem da câmera de CFTV, bem como uma visão clara da data: 2 de janeiro de 2020. 

Câmeras mostram outro ângulo da ação que matou cantor no Equador, no início de 2020.

Uma pesquisa básica na Internet com seu nome mostra vários artigos em espanhol (exemplos aqui e aqui ) descrevendo o incidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *