O município de Tailândia, a 230 quilômetros de Belém, tem seus dois candidatos a prefeito com candidaturas autorizadas pela Justiça Eleitoral. “Macarrão” (MDB), que sofreu quatro tentativa de impugnação, três da coligação de oposição e uma do Ministério Público Eleitoral, está com a candidatura autorizada e as ações de impugnação afastadas.

As ações de impugnação se baseavam em acórdãos do Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE/PA), mas o candidato a reeleição, conseguiu a suspenção via Justiça Comum e afastou a inelegibilidade.

A decisão em 1ª estância foi mantida pelo desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, do Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA), em decisão monocraticamente.

Essa será a quarta eleição a prefeito de Tailândia, que “Macarrão”, 69 anos de idade, irá concorrer. A primeira eleição fará exatamente 20 anos. De lá para cá, ele venceu outras duas vezes e se elegeu deputado estadual.

De acordo com o político, o eleitor irá julgar não apenas o terceiro mandato, mas sua história e legado deixado aos logos dos 35 anos de relação com Tailândia. “A minha história com Tailândia é longa, antes de entrar para a vida pública, eu já ajudava quem batia a minha porta. A população deve avaliar e julgar quem tem história, quem fez e teve coragem para fazer”, destacou o candidato do MDB.

A autorização da candidatura de “Macarrão” foi dada pelo Juiz Eleitoral de Tailândia, José Dias de Almeida Júnior. Neste sábado (24) e publicada no DivulgaCand.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *