TRE-PA solicita apoio de Tropas Federais para 60 municípios paraenses

Faltando um pouco mais de três semanas para o primeiro turno das Eleições 2018, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará convocou os representantes de todos os órgãos de segurança do estado, trânsito e mais o Exército Brasileiro para esclarecer as estratégias de trabalho que cada órgão vai aplicar durante o pleito.

Estavam presentes o Exército Brasileiro, as Polícias Federal, Civil, Militar, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Semob e Detran.  Após a análise das necessidades de cada região do estado e o parecer de todos os órgãos de segurança, ficou definido que as Tropas Federais devem atuar em 60 municípios paraenses. O TRE do Pará já fez a solicitação ao Tribunal Superior Eleitoral que deve se pronunciar nos próximos dias.

Até o momento não foi divulgado a lista dos 60 municípios onde o Exército atuará. Tailândia, nordeste do Pará, deve está nesta lista. A presença do Exército, assim como da Polícia Federal tem sido frequente nos pleitos eleitorais na cidade.

De acordo com o Comandante Militar do Norte, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, as equipes do Exército já estão em fase de planejamento. “As tropas da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, de Marabá, vão atuar nos municípios do centro e do sul do Pará. Na grande Belém e nas cidades circunvizinhas, vai atuar o grupamento da 8ª Região Militar, com os quarteis sediados em Belém. E na região do Marajó, nós vamos trazer tropas do 34º Batalhão de Selva, de Macapá, pela proximidade. E Macapá é um estado, relativamente, tranquilo e nos libera para atuar nos estados do Pará e Maranhão”, destacou.

O Secretário Adjunto de Gestão Operacional da Segurança Pública do Estado, Cel. André Cunha, disse que a Polícia Militar está se preparando para o monitoramento em tempo real de todas as ocorrências do estado através de um Centro de Comando. E que o objetivo é garantir que os eleitores consigam exercer o direito de voto sem nenhum transtorno.

 

Você pode gostar de ver

Marina Silva se filia ao PSB e apoia candidatura de Campos

Apoiadores de Marina devem se filiar ao PSB e depois migrar para a Rede. ‘[Rede] é 1º partido clandestino criado em plena democracia’, disse Marina.

Termina sábado prazo para regularização dos pré-candidatos às Eleições 2014

TSE informa prazos e procedimentos para concorrer nas eleições de 2014. Os…

Pedido de diplomação e posse de Macarrão chega à Justiça Eleitoral de Tailândia

O advogado de Paulo Jasper, oficiou o Poder Legislativo para que realize a cerimônia de posse em ato contínuo, logo após a diplomação.