Pacientes e profissionais da saúde que estavam na UPA de Marituba passaram momentos de terror na noite desta segunda-feira(26). Cinco criminosos invadiram a unidade de saúde e fizeram profissionais da saúde e pacientes de reféns durante uma fuga da polícia .

Imediatamente a Polícia Militar foi acionada com o apoio da guarda municipal para fazer a negociação. Houve troca de tiros e os criminosos fizeram uma médica de refém. O assaltante só liberou os reféns e se entregou, após a chegada da imprensa e da mãe dele no local.

Um dos criminosos foi baleado na perna durante a troca de tiros. Na ação, alguns profissionais ficaram trancados em salas  até toda a situação ser resolvida.

Em nota, a Prefeitura de Marituba lamentou a situação ocorrida e informou que a UPA será interditada para manutenção da estrutura danificada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *