Na manhã desta quarta-feira(07), Polícia Federal deflagrou, a “Operação 600”  que tem como objetivo desarticular atividades criminosas responsáveis pela realização de fraudes no Auxílio Emergencial, no sul do Pará.

Participaram da operação cerca de 40 policiais federais e que deram cumprimento a 9 mandados de busca e apreensão expedidos pela Subseção Judiciária da Justiça Federal de Redenção, nas cidades de Tucumã, Ourilândia, Pau D’arco e Redenção.

No inicio do mês de maio, a Polícia Federal deu inicio as investigações que tinham como foco As investigações tiveram início em maio de 2020, e teve como foco ações praticadas por meio da internet banking, mais precisamente, em relação aos crimes de furto mediante fraude praticados por meio da transferência dos valores das contas dos reais beneficiários para contas de terceiros.

Os investigados são suspeitos de fraudar pagamento do Auxílio Emergencial, subtraindo das pessoas lesadas, os valores referentes aos seus benefícios, por meio de acessos indevidos às contas bancárias, gerando prejuízos à União.

Os investigados se aproveitam do momento de vulnerabilidade de pessoas simples para subtrair o benefício.

Os acusados responderão pelos crimes de furto via internet banking.

O nome da Operação “600” é uma referência aos valores pagos nas primeiras parcelas do auxílio emergencial, que foram subtraídos pelos investigados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *