Na última sexta-feira(30), três assaltantes roubaram um barco usado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no no Rio Pacajá, em Portel, região do Marajó. Por volta das 19h os criminosos fizeram uma pedido de ajuda para resgatar uma pessoa que havia se acidentado, mas ao chegar lá, os agentes de saúde foram pegos em uma armadilha.

De acordo com a Secretaria de Saúde do município, a embarcação tinha sido chamada para prestar socorro a um homem que caiu de uma árvore, mas no caminho foi abordada por três criminosos em uma pequena embarcação. Após simular que um deles passava mal, os criminosos anunciaram o assalto.

A equipe fiou durante uma hora, sob mira da arma. Os criminoso roubaram os objetos pessoais dos trabalhadores, tiraram fotos dos trabalhadores e ameaçaram mandar as fotos para a facção, caso denunciassem o crime.

A equipe foi deixada em uma ilha. Eles andaram durante quatro horas para achar uma casinha na mata escura. E somente neste sábado, por volta das 6 horas, conseguiram chegar em Portel.

Outras informações indicam que os bandidos usaram a ambulancha para assaltar outras embarcações.

A prefeitura teme que os criminosos retirem o motor e afundem o barco, que é a única unidade do Samu fluvial da cidade e que está equipada para atendimento e resgate na área.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) informou que um inquérito policial foi aberto para investigar os assaltos que ocorreram a ambulancha e também a uma embarcação que transportava passageiros na madrugada deste sábado, no município de Portel. A Segup já tem informações sobre os suspeitos.

A ambulância é importante para fazer a transferência de pacientes com covid para Breves e, também, para realizar outros atendimentos, até porque as comunidades rurais ficam longe geograficamente da sede do município..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *