Na manhã desta terça-feira(20), a Polícia Federal, Ministério Público do Trabalho e Superintendência Regional do Trabalho cumpriram um mandado judicial para investigar crimes de trabalho análogo a escravidão em Belém.

O ministério Publico recebeu informações de uma possível violação ao direitos humanos e trabalhistas de pessoa idosa.

Foi constato que uma idosa estava trabalhando de empregada doméstica de uma família há 40 anos, e não possuía acesso a documentos, ou a qualquer direito trabalhista e previdenciário.

Caso seja confirmado o crime, o responsável poderá ter pena de até 8 anos de reclusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *