juiz Rômulo Nogueira de Brito, da 1ª Vara Criminal de Santarém, no oeste do Pará, condenou a 33 anos e 4 meses de prisão, um homem que foi preso em setembro do ano passado, após ser denunciado por ter estuprado e engravidado a própria filha, que na época do crime, a adolescente tinha apenas 13 anos de idade.

O réu, que não teve o nome divulgado, deverá cumprir a pena em regime fechado. Para ter direito à progressão de pena, o réu deverá cumprir dois terços, cerca de 22 anos. 
 
A prisão aconteceu em 21 de setembro do ano passado, em uma residência no bairro Santo André. A família chegou a pedir à Justiça a interrupção da gravidez da adolescente, mas devido ao tempo de gestação, o procedimento seria muito arriscado e por isso não foi autorizado.
 
Entenda o caso

Após o caso ser denunciado por familiares da vítima, que só souberam dos abusos depois que questionaram a menina sobre mudanças em seu corpo, a polícia iniciou as investigações.
 
A adolescente passou por escuta especializada na Delegacia de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), onde confirmou que era vítima de estupros praticados pelo pai desde os 10 anos de idade, e que não havia revelado antes porque tinha medo das ameaças que ele fazia.

Por Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *