Três homens foram presos na amanhã desta quinta-feira(20) em Tucuruí pelo crime de associação criminosa. Eles são suspeitos de divulgar em redes sociais mensagens criminosas centra autoridades políticas e organizar atos de vandalismo, ameaçando jogar ovos durante a visita do governador ao município.

O governador esteve nesta quinta-feira na cidade para entregar uma nova unidade prisional. Os mandados de prisão foram expedidos pela vara criminal da comarca de de Tucuruí.

Os presos foram encaminhados ao sistema penal. A defesa dos suspeitos alega que houve “cerceamento de direito constitucional de livre manifestação” e “constrangimento ilegal”.

De acordo com a decisão do juiz Pedro Enrico de Oliveira, o delegado sustentou que o pedido ‘não trata de tolhimento ao direito de liberdade de expressão ou de livre associação, mas de resguardo à ordem pública”.

Ele disse, ainda, que o pedido de mandado de prisão “comprova os fatos com áudios e transcrições de áudios que circularam em aplicativos de conversas instantâneas e redes sociais, que tem provocado a instabilidade da ordem pública e risco de cancelamento das solenidades'.

Já no pedido de habeas corpus de defesa, é informado que os três homens que tiveram prisão autorizada “não possuem processos criminais em curso” e que “não há qualquer mínimo indício (…) de atividades criminosas como forma de sustento; e muito menos que ofereçam risco a sociedade, a ordem pública, ou a investigação em curso; menos ainda de fuga ou de obstrução por qualquer meio a ação da justiça”.

 Por G1/PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *