Um vídeo gravado neste fim de semana, mostra um caso em que motoristas acusam um agente de trânsito de cometer abuso de poder, em Salinópolis, nordeste do Pará. No vídeo um agente de trânsito aparece cobrando uma taxa de estacionamento de ônibus de R$ 50 reais para motoristas de ônibus.

O guarda afirma que a taxa de estacionamento está sendo cobrada pela prefeitura do município e que a mesma é para limpeza das praias, os motoristas contestam, no entanto, que o “recibo” que foi entregue não possui código de barras e nenhum tipo de identificação.

Algumas pessoas que estavam pelo local também se revoltaram com a situação, devido a cobrança supostamente irregular aos motoristas de ônibus.

De fato, a prefeitura de Salinópolis, instituiu através do Decreto 48/2021, no último mês de julho, a cobrança de uma taxa de estacionamento e organização dos ônibus de turismo tipo passeio, piquenique, com grupos fechados, que são fretados e passam o dia na praia do Atalaia. A taxa inicial era de R$ 40 reais, e foi reajustada para R$ 50 reais em novo decreto que possui inclusive erro de redação na descrição do valor a ser cobrado.

Os decretos no entanto, não definiram a forma como as taxas devem ser cobradas, deixando margem para problemas como o ocorrido no último final de semana.

Até a data desta publicação, a prefeitura de Salinópolis não havia se manifestado oficialmente sobre o problema.

Veja os vídeos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *