Acidente com um cabo de alta tensão da rede de energia elétrica de Oriximiná, oeste do Pará, provocou a morte de dois jovens no início da madrugada desta sexta-feira (10). Natan Euder e Daniel Seixas seguiam em uma motocicleta pela rua João Batista de Oliveira, bairro Área Pastoral, na entrada do residencial Tia Ana, quando receberam descarga elétrica do cabo rompido. A motocicleta pegou fogo e os jovens ficaram com os corpos parcialmente carbonizados.

Jovens morreram vítimas de descarga elétrica e tiveram parte dos corpos carbonizados — Foto: Reprodução/Redes sociais

De acordo com o capitão PM Lóris Figueira, comandante da 12ª Companhia Independente da Polícia Militar (12ª CIPM) de Oriximiná, a guarnição foi acionada por volta das 00h40, para ir até à entrada do Residencial Tia Ana, onde havia arrebentado um fio elétrico de alta tensão, e duas pessoas ao passarem em uma motocicleta haviam sofrido uma descarga elétrica, e já estavam sem vida.

“Relatos de pessoas próximas nos informaram que quando arrebentou o fio elétrico de alta tensão, os dois trafegavam em uma motocicleta e foram atingidos por uma descarga elétrica,vindo assim a óbito. Funcionários da concessionária de energia estiveram no local”, informou capitão Lóris.

Os bombeiros civis usaram extintor de incêndio para apagar o fogo, impedindo que os corpos de Natan e Daniel fossem totalmente carbonizados. A motocicleta foi totalmente destruída pelo fogo. O pé direito de um dos jovens ficou preso nas ferragens da moto.

“Fomos acionados pela Guarda Municipal que fazia ronda preventiva. A nossa equipe foi para o local e se deparou com a fiação elétrica ainda por cima da motocicleta e das vítimas. No primeiro momento foi feita a retirada do fio com bastante segurança e depois foi realizado o trabalho para extinguir o fogo que estava bastante alto. O fogo foi controlado, mas infelizmente as vítimas já estavam sem vida”, contou o coordenador da Brigada de Incêndio de Oriximiná, Gelson Araújo.

O bombeiro civil disse ainda que não houve nenhum chamado anterior informando sobre fiação exposta na rua. “Geralmente quando tem algum fio de energia rompido, a gente é acionado e faz o isolamento da área, e acionada a concessionária de energia para fazer o desligamento. Mas dessa vez, não fomos acionados, e infelizmente se deu essa fatalidade”.

Esclarecimento

Por meio de nota, a Equatorial Pará disse que lamenta profundamente o acidente ocorrido com os dois jovens e informou que esteve no local para regularizar a situação do cabo rompido o mais rápido possível.

A distribuidora informou ainda que está investigando o caso e orienta que as pessoas mantenham distância caso constatem algum cabo elétrico no chão.

“A empresa reforça que situações como esta devem ser comunicadas através dos canais de atendimento da Equatorial Pará, que além da atendente virtual Clara disponibiliza aos consumidores sua central de atendimento 24h, por meio do número 0800 091 01 96, site e aplicativo (Equatorial Energia), o qual está disponível para dispositivos Android e IOS”, reforça a nota.

Por: G1 Pará

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.