Crédito: Reprodução/Instagram

No início da tarde desta terça-feira, 30, o deputado federal Éder Mauro (PSD) publicou um vídeo em suas redes sociais condenando uma suposta negociação entre membros da Secretaria de Administração Penitenciária do Pará (Seap), comandada pelo ex-presidente da Ordem dos Advogados do Bresil no Pará (OAB-PA), Jarbas Vasconcelos, e integrantes da facção criminosa conhecida como ‘Comando Vermelho’.

O deputado chamou de “vergonha nacional” que criminosos com “cargos” importantes dentro da organização criminosa estejam exigindo regalias dentro do presídio como, visita íntima, quatro refeições por dia e até a troca de diretores que eram ‘linha dura’ com os detentos e agentes penitenciários que também não facilitavam a vida dos membros da facção dentro dos presídios. 

Alguns desses áudios foram divulgados no último sábado, 30, e viralizaram nas redes sociais, deixando agentes penitenciários e seus familiares amedrontados. O parlamentar disse ainda: ‘Eles (diretores da Seap, que negociam nos áudios), ainda entregaram um grupo de advogadas para a cúpula do Comando Vermelho… Quem encerrou a reunião, e isso ta nos áudios, foi simplesmente o líder, aqui fora, do Comando vermelho’.

Sobre os áudios

O Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Pará (Sinpolden) emitiu Nota Pública de Repúdio ao Governo do Estado, pela omissão no enfrentamento ao crime organizado, que vem matando e atentando contra a vida de policiais penais em todo o Pará. 

Já a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que tomou conhecimento do áudio e irá apurar para verificar a autenticidade do conteúdo.

Veja o vídeo na integra:

Por: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *