Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar prendeu na noite de sexta-feira (31), um dos acusados de envolvimento na morte do soldado da PM Rutemberg da Silva Ávila. Um segundo suspeito foi morto em troca de tiros.

O PM morreu após reagir a um assalto, em Ourilândia do Norte, na tarde de ontem.

Ocidenai Sena Leite, de vulgo “Velho”, estava escondido em uma casa, próximo a uma rodovia, quando os policiais chegaram no local e efetuaram a prisão.

O acusado confessou participação na morte do policial, juntamente com mais dois envolvidos, Pablo e Lucas Daniel da Silva. Ele disse que os disparos da arma de fogo foram efetuados por Pablo.

A PM encontrou a arma utilizada para matar Rutemberg, escondida encima de um guarda-roupas. Ocidenai mostrou ainda aos policiais, onde estavam as motocicletas usadas na ação criminosa.

De acordo com o acusado, o soldado estava passando no local e reagiu ao assalto que eles estavam tentando cometer, em frente a agência da Caixa Econômica Federal, em Ourilândia do Norte.

Os três tinham a intenção de levar malotes da lotérica de Tucumã, mas não conseguiram ter êxito na ação criminosa.

Um segundo acusado, Lucas Daniel, foi morto em troca de tiros com a PM, depois de reagir a uma abordagem policial. Um revólver calibre 38, com 3 munições deflagradas foi encontrado com o ele.

O terceiro acusado segue foragido. O caso é acompanhado pela Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.