Delegado Marco Mayer, da 15ª Seccional Urbana de Tucuruí, apura um crime passional ocorrido no residencial Cristo Vivo. A vítima é o atendente Benedito Augusto Mendes. Ele estava na casa de uma suposta “namorada” quando foi atacado pelo companheiro da mulher. O assassinato se registrou na tarde da última quinta-feira (27).

Benedito Augusto foi morta dentro do quarto, na casa do acusado, após luta corporal

O suspeito de cometer o crime foi preso em flagrante e confessou a morte, no entanto, alegou legítima defesa, segundo informaram os policiais que investigam o caso. “Ele disse que ao chegar em casa encontrou a vítima, que estava armada com uma faca e tentou lhe matar. Ele (suspeito) apenas se defendeu”, explica o delegado.

De acordo com as primeiras informações apuradas pela equipe de investigadores da Delegacia de Polícia Civil do município de Tucuruí, o homicídio aconteceu por volta das 16 horas, quando o suspeito chegou à casa da mulher, localizada no Residencial Cristo Vive, na Rua Jonas.

O suspeito, no momento da prisão em flagrante, também saiu lesionado

Ali ele encontrou Augusto Mendes com sua companheira dentro de um quarto. Os dois entraram em luta corporal. A mulher tentou separar os dois, e os três saíram feridos. O suspeito foi ferido no braço. A identidade do suspeito e da mulher não foram divulgadas.

Augusto veio a óbito no local e o casal foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com ferimentos leves. O homem foi preso em flagrante após receber atendimento médico. E após ser ouvida, a mulher foi liberada. O caso segue sendo investigado.

Homem chegou em casa e encontrou homem com sua companheira no quarto e o matou a golpes de faca durante luta corporal, na qual os três saíram feridos. Para a polícia, o acusado alega que a faca era da vítima e que agiu em legítima defesa.

Por: Correio De Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *