Crédito: Divulgação/Polícia Militar

A Polícia Militar, durante a “Operação Icatu”, prendeu 13 homens envolvidos em crimes como homicídios, extorsões, roubos e outros delitos no município de Igarapé-Miri, nordeste paraense, nesta quarta-feira, 28. Ainda segundo a PM, outros três morreram durante a operação.

Após inúmeras queixas da população sobre o medo instaurado pelo líder do grupo, conhecido apenas como Didi, a Polícia iniciou a operação no dia 17 de outubro e terminou na manhã de hoje, 28. De acordo com a corporação, além do acusado atuar como assaltante de banco e pirata, também instituía toques de recolher, assassinatos e roubos na Vila de Santa Maria do Icatu.

Os presos, que não tiveram a identidade revelada, fazem parte da quadrilha de Didi. Com os criminosos, o policiais apreenderam três lanchas motores, de modelo 115HP, 60HP e 15 HP, avaliadas em R$350 mil; um carro Gol vermelho; um carro Palio preto; uma moto Pop branca; uma central de ar; uma arma caseira além de vários televisores e celulares.

Para a Polícia, os veículos eram utilizados tanto para cometer os crimes como para facilitar a fuga dos criminosos.

Os agentes encontraram sob posse dos presos 52 porções de substância semelhante a maconha; 24 porções de substância semelhante a oxi; 14 porções de substância similar à cocaína; cinco tabletes de substância semelhante a maconha e uma quantia em dinheiro de R$4.025,00.

Por: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *