Divulgação

O carpinteiro naval, Adriano Marques, de 34 anos, foi morto a facadas pelos próprios sobrinhos na madrugada de domingo (10/4), o Bairro da Matinha, em Igarapé-Miri, no nordeste do Pará. A motivação do crime seria vingança.

Segundo informações, o atrito familiar que terminou em morte começou em 2014.  Adriano Marques teria construído uma casa para o marido da irmã dele, mas o cunhado não pagou todo o valor combinado pela obra.

Em uma das tentativas de receber o valor, Adriano teria discutido com o homem e acabou o agredindo fisicamente. A cena teria sido vista pelos sobrinhos, que na época eram adolescentes.

A confusão pela dívida, que acabou gerando um atrito familiar frequente, alimentou nos sobrinho o desejo de se vingar do tio, o que fizeram na madrugada de domingo. Ao ver Adriano chegar de uma festa, por volta das 4h, eles aproveitaram e o atacaram a facadas, o ferindo no peito e abdômen.

O carpinteiro ainda tentou escapar, correndo pela Rua Lauro Sodré, mas perdeu as forças e caiu às proximidades do antigo Hospital Sant'ana, onde faleceu. A Polícia Militar foi acionada, mas os assassinos conseguiram fugir e estão sendo procurados.

Por: Tina DeBord/Miriense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.