Segundo informações da Polícia Militar, a quadrilha, que seria do Pará, foi surpreendida por equipes de Rotam no momento em que saía para atacar bancos em Três Ranchos e Catalão.(Foto: Divulgação/PM)

Sete suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em arrombar e explodir caixas eletrônicos na modalidade conhecida como “Novo Cangaço” foram mortos durante confronto com militares da Rotam na madrugada do último domingo (3), na cidade de Três Ranchos, na região sudeste de Goiás.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, a quadrilha, que seria do Pará, foi surpreendida por equipes de Rotam, na zona rural do município, no momento em que saía para atacar bancos em Três Ranchos e Catalão.

Armamentos apreendidos em Três Ranchos, em Goiás (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Os policiais teriam sido recebidos a tiros, ocasião em que revidaram e atingiram os sete suspeitos, que ainda foram socorridos, mas morreram no hospital.

Nenhum dos sete mortos haviam sido identificados até a publicação desta matéria, já que a polícia trabalha com a hipótese deles estarem com documentos falsos.

Foragidos

Além dos sete mortos, outros três integrantes da quadrilha conseguiram fugir em uma caminhonete Hillux Prata com placa do estado do Pará, isso antes da abordagem dos policiais da ROTAM. Além das oito armas de fogo, equipamentos que seriam utilizados nos roubos, como bananas de dinamite, um cilindro de oxigênio, coletes, e objetos usados para arrombar caixas eletrônicos, foram apreendidos.

Explosivos apreendidos pela Rotam em Três Ranchos, em Goiás (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Os policiais também apreenderam um veículo Ford K, o qual havia sido roubado no bairro Castelo Branco na noite de ontem, sábado (02), e estaria de posse da quadrilha.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *