Semma e Polícia Civil apreenderam pássaros silvestres em Tucumã
Foto: Divulgação

Na última quinta-feira (10), a Polícia Civil, em conjunto com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Tucumã (Semma), apreenderam pássaros silvestres que estavam sendo criados para a comercialização ilegal na cidade.

Segundo a polícia, o responsável dos pássaros silvestres foi multado e deve responder a um processo por crime ambiental. As As aves foram encaminhadas para o Centro de Triagem da Semma, localizado em uma chácara às proximidades de Tucumã, e passarão por um processo de readequação com a natureza para serem postos em liberdade.

No mesmo local era feita a criação e suposta comercialização das aves sem as devidas licenças e dos registros de órgãos ambientais.

Segundo o Artigo 29 da Lei nº 9.605, de 12 de Fevereiro de 1998, é crime matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida. A pena é de detenção de seis meses a um ano, e multa.