Raiva humana fez mais uma vítima fatal no Pará

Uma criança morreu nesta terça-feira (15), vítima de raiva humana. O menino estava internado no Hospital Regional de Breves, no Marajó, com sintomas da doença, mas foi a óbito hoje.

A Sespa confirma que o último paciente faleceu na tarde desta terça-feira, no Hospital Regional de Breves. Até o momento, quatro crianças seguem internadas na Santa Casa de Misericórdia, em Belém, e mais dois no Hospital Regional de Breves, sendo um adulto. A maioria em estado considerado grave. Coletas sorológicas foram realizadas em todos os pacientes que foram internados, inclusive os que morreram, as quais a Sespa já encaminhou para o Instituto Pasteur, em São Paulo, referência no diagnóstico de raiva.

Desde o dia 4 de maio, equipes da Vigilância Epidemiológica e Vigilância em Saúde estão no local para investigar as suspeitas, em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) e Ministério da Saúde. Todos apresentam quadro semelhante, com sinais e sintomas como febre, dispneia, cefaleia, dor abdominal e sinais neurológicos – paralisia flácida ascendente, convulsão, disfagia (dificuldade de deglutir), desorientação, hidrofobia e hiperacusia (sensibilidade a sons, principalmente agudos).

Você pode gostar de ver

Polícia Civil e Militar fazem apreensão de drogas e munições em Tomé-Açu

A Polícia Civil do Estado do Pará, através da Delegacia de Tomé-Açu,…

Moradores de Bujaru protestam contra onda de violência no município

Moradores de Bujaru, nordeste do Estado, fizeram protesto na manhã desta terça-feira…

Festa do Sujo acontece na próxima segunda em Igarapé-Miri

Festejo é tradicional no calendário de Vila Maiauatá e reúne milhares de visitantes