Quase 20% da energia é desviada no Pará
(foto: Keila Ferreira/ORM News)
(foto: Keila Ferreira/ORM News)
(foto: Keila Ferreira/ORM News)

De toda a energia elétrica disponível para atender o território paraense, 19% é furtada, e isso se reflete no bolso do consumidor. A Celpa afirma que se fossem erradicas as ligações clandestinas, os chamados “gatos”, ou as fraudes nos medidores, seria possível reduzir o valor da conta de energia elétrica em aproximadamente 10%. Por ano, a empresa compra de seus fornecedores mais de 11TWh (Terawatt-hora) de energia elétrica, sendo que 29% são perdidos – 10% por causas técnicas, que a empresa afirma serem inevitáveis, e 19% por furto. “A gente classifica todo tipo de furto, seja ele do cliente clandestino, que não possui qualquer vínculo com a Celpa e aí faz uma ligação à revelia; das áreas de gambiarra, como invasões, que o pessoa faz uma ligação clandestina e transmite energia pra lá também; ou furto do nosso próprio cliente, regularizado, mas que opta por fazer uma fraude no medidor ou ligação direta na rede”, afirmou o executivo de controle e metrologia da Celpa, Carlos Alberto Oliveira Júnior.




Somente no ano passado, mais de 200 mil situações de fraudes envolvendo clientes foram identificadas e a situação regularizada, metade delas em Belém. “A grande maioria dos nossos consumidores é honesta. Nós temos 2,3 milhões de consumidores”, enfatiza. Nos casos de irregularidades cometidas por clientes, é aplicada a Resolução Normativa nº 414. “Quando é encontrada situação de irregularidade, a gente registra aquela situação, é preenchido um termo de ocorrência que depois vai para o nosso sistema comercial. Depois que é registrado no sistema, a gente vai calcular a energia que a Celpa deixou de arrecadar por conta daquela situação. Então, pode ou não haver uma cobrança. Se a gente não perdeu ou perdeu valor irrisório, o processo é encerrado. A Celpa cobra aquele valor retroativo que deixou de ser arrecadado por conta do furto de energia”, explica Carlos Alberto.

 

Via ORM News

Você pode gostar de ver

Caravana Pro Paz em Tailândia nos dias 18 a 20/11

Diversos serviços serão oferecidos durante os três dias da equipe da Caravana…

Suspeito é baleado por PM ao tentar assaltar cliente dentro de banco em Capanema

O alvo do bandido era o gerente de um posto de combustível.

Polícias Civil e Militar apreendem armas artesanais e prendem criminosos em Mocajuba

Três acusados foram presos pela polícia.

MPF, MPPA e DPE notificam a Celpa para não realizar cortes entre Natal e Ano Novo

Os Ministérios Públicos Federal (MPF) e do Estado do Pará (MPPA) e…