(Foto: Reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)
(Foto: Reprodução/Facebook)

Os servidores da Prefeitura de Redenção, no sudeste paraense, irão paralisar as atividades na quarta-feira (16), para tentar sensibilizar o governo federal e estadual em relação à situação crítica vivida pelos municípios do sul e sudeste do estado.

Nesta quarta-feira, os prefeitos participam de uma sessão na Assembleia Legislativa, em Belém. O objetivo é mostrar que as prefeituras não têm mais condições financeiras de manter as responsabilidades transferidas nos últimos anos pelos governos aos municípios.

As escolas da rede pública municipal também não terão aulas. Apenas o Hospital Materno Infantil e o Hospital Iraci Araújo funcionarão normalmente.

Segundo o prefeito Vanderlei Coimbra, a situação está insustentável, os recursos cada vez menores e despesas maiores.

Além da queda de 38% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a maioria dos 38 prefeitos que compõem a Amat reclama do atraso por parte do governo federal e estadual de repasses para serviços da Assistência Básica de Saúde, repasse de convênios compatíveis e da educação para merenda escolar, transporte escolar, entre outros.

(DOL com informações do blog Otávio Araújo) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *