Um crime assustou passageiros que estavam dentro de um ônibus que fazia viagem de Palmas, no Tocantins, para Belém. Um policial federal foi assassinado dentro do coletivo durante um assalto.

O caso aconteceu no domingo (10), no trecho entre Jacundá e Goianésia, no sudeste paraense. 

De acordo com informações que constam no Boletim de Ocorrência, o motorista percebeu que havia uma barricada no meio da estrada e precisou diminuir a velocidade. Em seguida, dois homens encapuzados e armados saíram do mato e anunciaram o assalto. 

Imediatamente, eles perguntaram ao motorista se tinha policial dentro do coletivo e o mesmo informou que não. Os criminosos ordenaram que ele seguisse e entrasse em uma estrada de chão, onde mais um criminoso entrou no coletivo. 

O motorista relatou que o assaltante que ficou rendendo ele disse para ele ficar calmo, que não ia “acontecer nada”. Em seguida, ele escutou barulhos de tiros. O criminoso disse, então, que o motorista havia enganado os assaltantes e ele garantiu que não sabia que o homem era policial, pois ele tinha pagado passagem normal.

O relato do motorista detalha, ainda, que o assaltante disse que o policial havia atirado em um dos criminosos e pediu para que os outros passageiros permanecessem calmos. Em seguida, eles saíram e disseram para o motorista esperar o sinal para poder sair de ré da estrada. O policial baleado gritava de dor.

Após o sinal, o motorista seguiu para o município de Jacundá, onde buscou atendimento para a vítima. Porém, ao ser atendido, o policial já estava sem pulso. Ele foi identificado como Ramon Santos Costa, de 33 anos.

O caso será investigado pela Polícia Civil. As câmeras de segurança do ônibus devem ajudar as autoridades a identificarem os criminosos.

Via DOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *