As imagens são fortes e perturbadoras, mas cada vez mais comuns nos grupos de rede sociais de cidades brasileiras, principalmente, em cidades do interior.

Nessas imagens que circulam em diversos grupos de WhatsApp do Pará, um jovem de 19 anos, aparece com uma corda no pescoço, enquanto três pessoas, armadas com um revólver e uma faca, fazem perguntas.

A vítima é Wendel Fabrício Correia, vulgo “De Belém”, ele talvez não sabia, mas morreria momentos depois, decapitado após confessar ser integrante de uma facção rival. O crime aconteceu na cidade de Parauapebas, sudoeste paraense.

O corpo foi encontrado na manhã deste sábado (09) em avançado estado de decomposição, em uma área de mata. Além da cabeça decepada, Wendel teve o corpo aberto pelos criminosos.

Uma operação conjunta da Polícia Civil e Militar, na nesta manhã três acusados de envolvimento no crime foram presos. Eles ficarão a disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.