PF cumpre mandado contra suspeito de abuso e exploração sexual infantil em Ananindeua. (foto: Ascom PF)

A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência de um investigado por crimes relacionados ao abuso e à exploração sexual infantil nesta segunda-feira (13) em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

Não houve prisão nesta que é a quarta fase da operação Caipora. A Polícia Federal apreendeu mídias eletrônicas na casa do suspeito, que não teve identidade e idade relevadas.

O material deve ser periciado e, segundo a Polícia Federal, se for constatado a hipótese de crimes, o suspeito pode responder por estupro de vulnerável, produção e armazenamento de pornografia infantil. Somadas, em caso de condenação, as penas podem resultar em até 27 anos de prisão.

Operação Caipora

A ação desta manhã é resultado da Operação Caipora 4, que resultaram em seis mandados de quebra de dados telemáticos, duas prisões em flagrante e uma prisão preventiva, além da identificação e resgate de quatro vítimas vulneráveis de abuso sexual infantil.

As ações nos últimos meses foram coordenadas pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC) da Superintendência da Polícia Federal no Estado do Pará nas cidades de Baião, Moju, Vigia, Ananindeua e Belém.

Denúncias de qualquer forma de violência praticada contra crianças e adolescentes podem ser feitas à Polícia Federal pelo e-mail cor.srpa@pf.gov.br ou no telefone (91) 32148000.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.