Polícia Civil do Estado do Pará participa da Operação Luz na Infância 2, do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, que combate a pornografia infantil. No Pará, são cumpridos 15 mandados de busca e apreensão em Belém e Ananindeua, além de um em Castanhal e outro em Paragominas. A Polícia divulgou ainda que dois suspeitos foram presos em flagrante.

A ação é nacional e é realizada pelas polícias civis de cada estado. São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.

As equipes policiais procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. Os alvos da investigação foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, com base em informações coletados em ambientes virtuais. De acordo com a PC, o material apresentava indícios suficientes de autoria e materialidade dos delitos.

As investigações duraram quatro meses e foram repassadas às Polícias Civis estaduais, que instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais a expedição dos mandados.

Primeira etapa

Na primeira etapa da Operação Luz na Infância, que foi deflagrada em outubro de 2017, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Durante a apreensão desses materiais nos 24 estados e DF, foram identificadas e presas 112 pessoas que utilizavam esses equipamentos para produzir, guardar ou compartilhar conteúdos de pedofilia na internet.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Cleyton Rogério
Carregar mais em Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *