Reprodução/ Ze Dudu

A Polícia Civil está à procura de Carolaine Sampaio Alves, 23 anos, acusada de ter matado o marido Joelyton Muniz Mendes, 28, natural de Miranda (MA). O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (29), na casa do casal, na Rua Faruk Salmen, Bairro Maranhão, em Parauapebas. Por voltas das 7h, a mulher ligou para uma tia do homem, avisando que o havia matado. No local, foi encontrada a faca com a qual Carolaine tirou a vida de Joelyton.

De acordo com o irmão mais novo do morto, Jailton Muniz Mendes, a mãe dele, Josilene Sena Muniz, que mora em Eldorado do Carajás, o chamou pelo celular, por volta das 8h, perguntando se ele sabia de algo que haveria ocorrido na casa de Joelyton, uma vez que uma irmã dela, chamada Raquel, havia recebido uma ligação de Carolaine dizendo: “Tentei matar o Joelyton e fugi”.

Reprodução/ Ze Dudu

Jailton, então, se dirigiu à casa do irmão e bateu diversas vezes na porta. Como ninguém atendesse, ele pulou a janela e encontrou o corpo do irmão na sala, sem vida, com vários golpes de faca pelo corpo. No local também havia muitas latinhas vazias de cerveja.

Para a Reportagem do Blog, Jailton contou que o casal, que tem um filho, estava separado havia mais de um ano, mas, há três semanas, Carolaine, “do nada, decidiu voltar”. Ainda segundo o rapaz, ela disse que viajaria para Tailândia, sua cidade de origem, onde venderia uma casa que possui naquele município, e com o dinheiro compraria uma casa para o casal em Parauapebas.

O irmão do morto, que era pintor e havia saído do emprego recentemente, disse que Carolaine afirmou que viajaria nesta terça-feira, mas não disse em que horário nem para onde, e que retornaria entre cinco e 10 dias.

Jailton perguntou ao um vizinho do casal se ele sabia de alguma coisa, mas o homem informou apenas que, devido ao som alto na residência vizinha, acordou por volta das 2h da madrugada e depois voltou a dormir, nada mais ouvindo. O Blog segue acompanhando o misterioso caso de mariticídio.

Por: Ze Dudu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *