Polícia Civil prende em flagrante mãe de autores de homicídios em Baião
Maria Alice está presa em flagrante pelo crime de receptação de roubo. (Foto: Ascom / Polícia Civil)

A Polícia Civil do Pará apreendeu, nesta quarta-feira (27), diversos objetos que haviam sido roubados da residência de Dilma Ferreira Silva, assassinada no último dia 22 de março, no Assentamento Salvador Allende, zona rural do município. Os objetos estavam em poder de Maria Alice Francisca Alves – mãe dos quatro irmãos suspeitos de seis assassinatos em Baião. Dilma Ferreira Silva foi morta junto com seu esposo e um amigo da família.

Dentre os objetos encontrados e apreendidos pela Polícia Civil, em uma casa onde a Maria Alice se escondia na cidade de Tucuruí, havia uma caixa de som pertencente à Dilma. O equipamento ainda estava com vestígios de sangue e, por isso, será encaminhado à perícia criminal ainda nesta quarta. Os irmãos Glaucimar Francisco Alves, Marlon Alves, Cosme Francisco Alves e Alan Alves, filhos de Maria Alice, estão com mandados de prisão expedidos pela Comarca de Baião.

Foto: Ascom / Polícia Civil

A força-tarefa da Polícia Civil na região segue investigando os crimes por determinação do delegado-geral, Alberto Teixeira. A ordem é continuar as buscas até a captura dos indiciados. Maria Alice está presa em flagrante pelo crime de receptação de roubo. Ela foi autuada na Seccional Urbana de Polícia Civil em Tucuruí. Após os procedimentos, a prisão de Maria Alice será comunicada ao Poder Judiciário e a presa será encaminhada ao Sistema Penitenciário.

Por Walrimar Santos | Agência Pará

Você pode gostar de ver

Bandidos arrombam agência bancário em Novo Repartimento

A agência do Banco do Brasil de Novo Repartimento, oeste paraense, foi…

Pagamento dos servidores do estado começa na próxima quarta-feira

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) divulgou nesta quinta-feira, 19, o…

Em apenas dois anos, casos de malária quase triplicam no Pará

Casos subiram de 11.266 para 36.382. Os municípios com os maiores números de casos em 2017 foram Bagre (7.421), Anajás (5.817), Oeiras do Pará (5.545), Curralinho (4.178), Itaituba (2.072) e Portel (1.621).

Bandidos invadem escola e roubam alunos e professores em Ananindeua

Alunos e professores da escola estadual Maria Araújo Figueiredo, localizada no bairro…