Na noite desta segunda, 11, o Cabo Vilhena da Rotam, atingido com barra de ferro por homem com transtorno mental no Tenoné, em Belém, foi transferido da UPA de Icoaraci, em comboio pela Polícia Militar, para Hospital Metropolitano em Ananindeua.

O policial foi golpeado várias vezes na cabeça pelo agressor que foi morto a tiros pelo policial enquanto tentava se defender. 

Segundo informações da equipe médica que atendeu o policial ainda na UPA, a situação do agente é considerada grave, pois, ele teve um traumatismo craniano e corre risco de morte.

Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *