Reprodução / Portal Pebinha de Açúcar

Investigadores da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas abriram inquérito para investigar a morte de João Inácio da Silva, 72 anos, conhecido como “Joãozinho”. A vítima era presidente da Cooperativa Agrícola e Habitacional Montes Belos. Ele foi assassinado na noite de terça, 6, e deixa esposa e 12 filhos.

De acordo com informações da Polícia, o crime aconteceu por volta de 18h30 da última terça,  na frente da casa de Joãozinho, localizada na rua Frankfurt, no bairro Vila Rica, em Parauapebas.

Segundo informações do Delegado Nelson Alves Júnior, diretor interino da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, Joãozinho estava conversando com amigos, quando dois homens chegaram em uma motocicleta. Um deles olhou para confirmar se era o presidente da cooperativa que estava na roda de amigos e, após identificar o alvo, atirou contra a vítima, que morreu na hora.

“Estamos com o processo de investigação em aberto, sabemos que ele fazia cadastro de acampamentos e buscava junto ao INCRA terras para colonos e iremos apurar todas as informações para chegar até a motivação do crime”, relatou o delegado.

Segundo informou a imprensa local, a esposa da vítima relatou que o companheiro havia falado em uma das reuniões que realizou na comunidade, que já vinha sofrendo ameaças de morte, mas não havia dado detalhes.

Por: Portal Pebinha de Açúcar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *