Nesta terça-feira (16), a Polícia Federal realizou a Operação Caixa Dourada II, em Redenção do Pará, para dá cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados a garimpeiro ilegal.

A operação também tem o objetivo de encontrar mais provas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, pois o investigado é suspeito de dar vantagens indevidas a agentes públicos, com o propósito de facilitar o fluxo do minério irregularmente extraído.

Os mandados foram concedidos pela Justiça Federal, que permitiu a realização de busca em imóveis pertencentes a I.S.T., que é investigada por crimes ambientais, extração ilegal de minérios, e posse de material explosivo.

A Justiça Federal também determinou várias medidas cautelares aos investigados, proibindo a mudança de residência sem permissão judicial; de acessar locais de garimpos ilegais; e de manter contato com outras pessoas que praticam os mesmos crimes.

O alvo da operação foi preso em flagrante em janeiro deste ano, pelos crimes de exploração de matéria-prima pertencente à União, execução de lavra, e posse de artefato explosivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *