Crédito: Victória Ribeiro

Durante as investigações da Operação SOS, a Polícia Federal encontrou uma nota fiscal no nome de Daniela Barbalho, esposa de Helder Barbalho, no celular do ex-chefe da Casa Civil do Pará, Parsifal de Jesus Pontes, hoje secretário de Desenvolvimento Econômico.

Era uma nota referente a compra de roupas no valor de R$ 9,2 mil, o que, segundo os investigadores, demonstra a proximidade de Parsifal com o governador.

Parsifal foi preso nesta terça, 29, acusado de corrupção em contratos na área da saúde no Pará. Segundo a PF, houve desvios em 12 contratos assinados pelo governo do estado com organizações sociais entre agosto de 2019 e maio deste ano. Ao todo, os contratos custaram R$ 1,2 bilhão aos cofres paraenses.

De acordo com as investigações, “Parsifal era, ao que tudo indica, um dos principais responsáveis por estruturar e operacionalizar dentro do Governo o esquema de fraudes nos procedimentos licitatórios, sob a provável anuência e comando do Governador Helder Barbalho, funcionando como seu braço direito e ocupando, dessa maneira, um lugar de destaque dentro da estrutura da Organização Criminosa”.

Por: O Antagonista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *