A Polícia federal deflagrou nesta terça-feira (22), a operação “Tudo Nosso e Nada Deles” com o objetivo de desarticular associação criminosa responsável por fraudar procedimentos licitatórios em prefeituras do interior do Pará.

Na operação foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão, e três mandados de prisão temporário expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Marabá/PA.

A associação agia por meio de empresas fantasmas que concorriam entre si, fraudando, desse modo, o caráter competitivo dos procedimentos licitatórios.

Os investigados irão responder pelos crimes de Peculato, com pena de até 12 anos de reclusão. Fraude à licitação, com pena de até 4 anos de detenção e associação criminosa, com pena de até 3 anos de reclusão.

Tudo nosso e nada deles

O nome da operação é oriundo da forma que associação se referia, em suas conversas, aos demais participantes do certame, que concorriam sem saber do esquema fraudulento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *