Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil finalmente prendeu Júnior Ferreira da Silva, de 21 anos, mais conhecido como “Júnior do Periquito”, acusado de matar a então namorada Shirley Brenda Guimarães da Silva, de 15 anos. O crime aconteceu na cidade de Melgaço, no Arquipélado do Marajó, nordeste paraense, em 6 de setembro de 2021. A adolescente teria sido assassinada com um tiro de espingarda.

O acusado foi preso no Bairro de São Brás, em Belém, durante uma ação conjunta entre policiais da capital e  policiais da Ilha do Marajó, para dá cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Comarca de Melgaço. À época, o crime causou comoção na cidade, pois além do tiro da espingarda que matou Shirley, ele teria aplicado requintes de crueldade.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo as investigações, “Júnior do Periquito” e Shirley namoravam, sem consentimento da família da adolescente. Segundo informações, o acusado pretendia fugir com a vítima, mas ela teria desistido, decisão esta que deixou ele furioso. Shirley foi morta dentro da casa dos pais, onde morava. De acordo com a polícia, a vítima estava em um relacionamento abusivo com o acusado que já vinha agredindo a adolescente.

Além do crime de feminicídio, Junior é acusado também pela prática de crimes como furto e roubo na cidade de Melgaço. 

Por: Debate Carajás

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *