Travestis foram conduzidas à Delegacia e podem responder por tentativa de homicídio / Fotos: Divulgação

Por volta das 3h da manhã deste domingo (22), uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de espancamento. A informação inicial era de que três travestis estavam agredindo um homem a golpes de capacete, no Bairro Beira Rio I, perto da Estação Rodoviária. No local, a polícia conseguiu prender os travestis João Vitor Magalhaes dos Santos e Diemerson Douglas da Silva. Eles estavam tentando fugir da cena do crime, mas foram identificados por uma testemunha.

Reprodução/ Correio De Carajás

A vítima, Jhon Willis Penha Teles, foi socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros, com várias lesões pela face. Segundo as travestis acusadas, a vítima teria contratado um programa com uma delas, mas no final de tudo não quis pagar pelo serviço. Diante disso, se iniciou uma confusão e outras duas travestis foram ajudar a colega e acabaram espancando Jhon Willis,

A guarnição da Polícia Militar conduziu as acusadas para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis. Dependendo do entendimento da autoridade policial, as duas travestis podem responder por lesão corporal grave ou até mesmo por tentativa de homicídio

Por: Correio De Carajás


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *