Município de Paragominas foi o primeiro a implantar o projeto Municípios Verdes (Foto: Evandro Corrêa/ O Liberal)
Município de Paragominas foi o primeiro a implantar o projeto Municípios Verdes (Foto: Evandro Corrêa/ O Liberal)
Município de Paragominas foi o primeiro a implantar o projeto Municípios Verdes (Foto: Evandro Corrêa/ O Liberal)

Uma programação musical aberta ao público celebra, nesta sexta-feira (23), os 50 anos de existência do município de Paragominas, no nordeste do estado. A cantora Gaby Amarantos se apresenta, junto com outros artistas, como Adriana Cavalcante e Edgar do Samba, na praça do ginásio de esportes da cidade, a partir das 20h30.

Uma disputa amistosa também faz parte das comemorações: a equipe do Paragominas, time da cidade que disputa a primeira divisão do campeonato paraense, enfrenta o Imperatriz (MA), às 17h, no estádio Arena Verde. De acordo com o prefeito municipal, Paulo Tocantins, a programação foi montada buscando atingir o maior número de pessoas possível.

“Além de resgatar esse momento histórico, é celebrar aquilo que Paragominas tem de mais importante: a sua população. Por isso, buscamos envolver a todos os moradores da cidade, com ações para todos os gostos: esportes, shows, celebrações ecumênicas e muito mais”, explica o prefeito.

O ultramaratonista brasileiro, Márcio Villar, que detém recordes nacionais e mundiais em provas de grandes distâncias, participa correndo os 320 km que ligam as cidades de Belém e Paragominas. O atleta partiu da capital no dia 21, com chegada prevista a Paragominas na sexta (23), passando por 10 municípios. Assim que Márcio chegar, terá início o passeio ciclístico promovido pelo Serviço Social da Indústria (SESI).

Também será inaugurada, durante a programação, a nova sede do projeto Juquinha. A iniciativa, da Associação José Pereira de Farias, atende crianças e adolescentes portadores de deficiências cerebrais, como lesões e paralisias. Com a nova sede, o projeto conseguirá atender cerca de 300 pacientes. Atualmente, o Juquinha possui uma fila de espera de 162 pessoas.

Paragominas
A pedra fundamental da vila Paragominas foi fincada em 1961, no período das missões de ocupação do governo federal, mas a emancipação só ocorreu quatro anos depois, em 1965, quando foram desmembrados dois pedaços do município de Viseu, para, então, ser criada a cidade de Paragominas.

O município era um dos que mais desmatavam desde a abertura da rodovia Belém-Brasília, na década de 1970. Atualmente com 100 mil habitantes, Paragominas é tida como modelo de desenvolvimento sustentável para outras cidades da Amazônia. Em 1990, chegou a ser o principal polo produtor de madeira do Brasil ao abrigar 400 serrarias – hoje são menos de 20.

Nesse mesmo período, era também a maior produtora de bovinos do Pará. Atualmente, o rebanho de 300 mil cabeças – que sofreu redução gradual nos últimos anos – não consta nem mesmo entre os cinco maiores do estado.

 

G1 PA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *