O Pará pode reabrir suas praias, balneários e clubes já a partir da primeira semana de julho, mês de grande movimentação nesses lugares por conta das férias escolares e início do verão amazônico. A informação foi dada no começo dessa sexta-feira (19), pelo governador do estado, Helder Barbalho (MDB), durante pronunciamento pelas redes sociais.

De acordo com Helder, a possibilidade já está sendo estudada, mas vai depender, principalmente, de que não haja um novo pico de covid-19 nas próximas duas semanas. Ainda segundo o governador, a reabertura se baseia em estudos da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), que têm apresentado projeções de queda no número da casos e contágios tanto na Grande Belém quanto em algumas regiões do estado.

“Se não houver nenhum repique, a previsão é de que seja possível, com os protocolos, e eles serão devidamente estudados e validados, no primeiro final de semana de julho, gradativamente, a gente possa fazer a liberação de praias, balneários e clubes”, informou o governador.

De acordo com informação disponível nesta sexta-feira no site Covid-19 Pará, que concentra as informações oficiais sobre a pandemia no estado, a ocupação dos leitos de UTI era de 68,62% enquanto 47,93% dos leitos clínicos destinados a pacientes de covid-19 encontravam-se ocupados.

Já o último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), na quinta-feira, 18, nos últimos sete dias foram confirmados 317 novos casos da doença, com 43 mortes. O número total de casos no Pará chegou a 80.072, com 4.469 mortes.    

Por Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *