Foto: Adriano Machado / Reuters

O ex-ministro Luiz Henrique Mandetta afirmou, em entrevista concedida à jornalista Leda Nagle, que, atualmente, no Brasil, o Pará é o estado que está com as maiores dificuldades para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, o Pará é o novo epicentro da covid-19 no país.

“Hoje quem está com o maior problema nas mãos é o Pará, que vai ser o epicentro. Vai deslocar de Manaus e vai cair no Pará, vai cair em Belém. Ela (cidade) está com a curva dela que só sobe”, afirmou durante a conversa, realizada pelo instagram.

Mandetta disse que a capital paraense vai atravessar o mês de junho com o sistema de saúde em colapso e que muitas pessoas vão morrer. Em Belém, até a manhã deste sábado eram 5. 291 casos confirmados, com 607 vidas perdidas para a covid-19. 

“Nas próximas duas ou três semanas, ela (cidade) vai sofrer muito, o sistema já está começando a fase de colapso e ela vai atravessar o mês de junho colapsada. Então, falar de atividade econômica em Belém do Pará… as pessoas vão conhecer gente que morreu, vizinhos, da sua família, então, não vai rolar”, afirmou.

Somente na sexta-feira (15), a covid-19 fez mais 80 vítimas fatais no Pará. Com isso, o número de óbitos registrados no Estado subiu para 1.175. De acordo com o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa), divulgado às 18h40, 1.147 pacientes testaram positivo para o novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o número de casos confirmados em território paraense para 12.626.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *