Em uma comparação direta, a cobertura de vacinação dos indígenas na Amazônia Legal (Pará, Mato Grosso, Maranhão, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Acre e Tocantins) está abaixo da imunização do mesmo grupo em todo o Brasil. Os dados são do Ministério da Saúde.

O quadro nacional da vacinação em indígenas aponta o percentual de 83% com a primeira dose e 72% com a segunda. Esses percentuais estão perto de 10 pontos acima do valor visto quando se analisa somente os povos indígenas dos nove estados da chamada Amazônia Legal, que apresentam cobertura de 77% para a primeira dose e de 62% para a segunda imunização.

Uma análise específica por estados, aponta que Pará e Acre são os entes federativos com os distritos indígenas com menores percentuais de adesão à vacinação contra o novo coronavírus. Nos dois estados citados, há aldeias em que a vacinação não chega a 60% dos índios vacinados com a segunda dose – até 20 pontos percentuais abaixo do que é visto nas etnias de todo o Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, o Pará tem exatos 12 mil, 697 indígenas vacinados com a primeira e a segunda dose, o que representa 57% do total da população a ser vacinada; com a primeira dose estão vacinados 15.035, o que significa 68%. O Acre vacinou com a primeira e a segunda dose 6 mil, 925 indígenas, o que dá o percentual de 46% da população alvo; apenas com a primeira dose foram 9 mil, 748 (64%).

A vacinação de indígenas começou no Brasil em 19 de janeiro de 2021, e o grupo foi considerado prioritário pelo Programa de Imunização Nacional. A imunização nas aldeias é de responsabilidade do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que, de início, divulgou que estimava vacinar mais de 410 mil indígenas e 20 mil profissionais de Saúde atuantes no atendimento à população indígena. 

No entanto, a Sesai passou a trabalhar com um número menor de índios a serem vacinados, quando o Ministério da Saúde informou que o censo foi atualizado, e a previsão inicial que era de vacinar um total de 410 mil indígenas caiu para 408.232.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *