O Governo do Pará anunciou na manhã desta quinta-feira (2) novas estratégias no projeto “Retoma Pará”. Um novo decreto que normatizará a estratégia de enfrentamento à Covid-19 será publicado ainda nesta quinta.

A novidade é que a região do Araguaia está agora é considerada como bandeira vermelha, por causa do aumento de casos da Covid-19. Já outras duas regiões tiveram uma melhora na ocupação de leitos e devem ter medidas menos restritivas.

Uma das mudanças anunciadas diz respeito ao atendimento de pacientes com a Covid-19 em Belém. A Policlínica da avenida Almirante Barroso não receberá mais pacientes com a doença. Aqueles que precisarem de assistência médica poderão procurar o Hospital Abelardo Santos, que segue de portas abertas e a Policlínica Itinerante na av. Brigadeiro Protásio.

Os atendimentos na Policlínica retomaram o seu perfil original, de segunda à sexta, das 7h às 19h. Os pacientes devem ser encaminhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que constam no Sistema de Regulação do Estado, a partir de solicitações feitas por Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Não é feito atendimento de livre demanda.

De acordo com a Secretaria de Saúde, essa “virada de chave” se dá devido aos números apontarem redução no atendimento a casos de Covid-19 na capital e à necessidade de seguir com o atendimento a outras especialidades, que estava parado desde o início da pandemia.

Apesar da mudança, o governo reforçou que as medidas de segurança e isolamento social devem continuar para que a estratégia continue surtindo efeito no combate à Covid-19.

Verão Mais Seguro

A Secretaria de Segurança Pública anunciou a realização da Operação Verão Mais Seguro, que será realizada durante o mês de julho, alcançando 40 localidades do Pará.

Três pontos estratégicos receberão um Posto de Comando de Controle, que contará com o atendimento de todos os órgãos do sistema de segurança, são eles: Salinas, no nordeste do Pará, Mosqueiro e Outeiro, em Belém.

Sobre Salinas, um dos locais mais procurados no veraneio, o secretário Uálame Machado reforçou que durante todo o mês de julho as praias estarão abertas pela parte do dia, mas, às 17h as vias de acesso estarão fechadas. Com relação as barracas, essas devem fechar às 19h e terão 1h de tempo para cobrar contas e arrumar suas mesas e cadeiras.

Por G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *