Crédito: Redes Sociais

Um homem conhecido como “Sanfona” morador de um comunidade rural do município de Breves, no Marajó, é acusado de matar a própria filha recém nascida. A informação foi denunciada por moradores em grupos de WhatsApp. A reportagem do Portal Roma News entrou em contato com a Polícia Civil para obter o encaminhamento dado ao caso, porém até o momento não obteve retorno.

Segundo os áudios o suspeito já teria envolvimento também na morte de outro filho, em 2020. Na ocasião a criança teria morrido afogada. Além da violencia contra os filhos, o homem também é acusado de agredir a esposa com frequência. 

Nas imagens, compartilhadas nas redes sociais, é possível observar um profundo golpe na cabeça do bebê

matéria em atualização

Por: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *