A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) instalará, no mês de julho, duas novas balanças de pesagem dinâmica por eixos de veículos na PA-150. Uma será implantada no Distrito de Morada Nova, na Vila Sarandi, no km 5,5, em Marabá, e outra ficará em Goianésia do Pará, no antigo posto da balança, no km 159,6.
As duas novas balanças se somarão ao equipamento do km 122, no lado esquerdo da rodovia, sentido Tailândia-Moju. As três estruturas têm capacidade para operar 24 horas por dia, sete dias da semana.

Atualmente, a balança instalada no km 122 da PA-150 funciona apenas no período diurno, em parceria com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa), Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Segundo o secretário de Estado de Transportes, Pádua Andrade, a partir da instalação dos novos equipamentos, será necessário que as três balanças funcionem 24 horas por dia, sem interrupção. Muitos caminhoneiros com excesso de peso acima da capacidade da pista utilizam a PA-150 apenas nos horários que a estrutura não está funcionando para burlar a lei.

“A primeira balança instalada veio confirmar o que já havíamos detectado na prática, com o desgaste prematuro provocado pelos caminhões com excesso de peso na rodovia, que passa por obras de reconstrução em um trecho de 66 km e o restante da PA-150 recebe  serviços de manutenção e conservação” – Pádua Andrade, titular da Setran.

Objetivo é coibir o excesso de peso transportado por caminhões, que danificam a estrutura da viaFoto: Alex Ribeiro / Ag. ParáRelatórios emitidos pelo sistema da primeira balança revelam que, de cerca de 300 veículos que circulam pela PA-150, mais de 60 são flagrados com excesso de peso “e, se não houver um rigoroso sistema de fiscalização, o pavimento continuará sendo comprometido, mesmo com todo recurso investido na reconstrução e conservação e manutenção da rodovia”, alerta Pádua. 

PA-150 já tem 45 km reconstruídos

As obras de reconstrução da PA-150 avançam no trecho de Nova Ipixuna/Jacundá. Esta semana, ocorrem   serviços de fresagem e camada asfáltica no km 268 da rodovia. Os serviços já alcançaram 45 km de extensão dos 66 km que serão reconstruídos). A previsão de entrega é outubro deste ano.

A reconstrução da PA-150 é um dos grandes investimentos do Estado na infraestrutura viária paraense. A estrada liga a Região Metropolitana de Belém (RMB) ao sul e sudeste do Pará, interligando oito municípios do nordeste do Estado, indo de Moju a Tailândia, Breu Branco até Ipixuna do Pará, de Goianésia a Jacundá, e Nova Ipixuna até Morada Nova, distrito de Marabá.

Por: Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *