Uma ação conjunta de órgãos de segurança e de proteção ao meio ambiente realiza desde quinta-feira (24) a Operação Embaúba, que fiscaliza madeireiras irregulares que atuam na cidade de Nova Esperança do Piriá, distante 285 quilômetros de Belém, na região nordeste do Pará.

As madeireiras são apontadas pela Polícia Federal como responsáveis pela extração ilegal de madeira da Terra Indígena do Alto Rio Guamá. Parte do território da terra indígena fica nos limites de Nova Esperança do Piriá.

De acordo com a polícia, oito serrarias foram desmontadas e a operação segue nos próximos dias.

A Operação Embaúba é realizada pela Polícia Federal, Exército, Ibama e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). A ação faz parte da operação Verde Brasil II, coordenada pelo Ministério da Defesa.

Por G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *