Coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento de DST/Aids (CTA) de Redenção, Coracy Santos. (Foto: Dinho Santos/Diário do Pará)
Coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento de DST/Aids (CTA) de Redenção, Coracy Santos. (Foto: Dinho Santos/Diário do Pará)
Coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento de DST/Aids (CTA) de Redenção, Coracy Santos. (Foto: Dinho Santos/Diário do Pará)

Neste ano já foram notificados 13 casos de portadores do vírus da Aids no município de Redenção, no sul do Pará. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (12), pelo Centro de Testagem e Aconselhamento de DST/Aids (CTA) de Redenção.

Somente nos dois primeiros meses deste ano, o sul do Pará registrou 27 casos do vírus que foram confirmados como soropositivos através de exames. Destes, 13 portadores do vírus HIV são de Redenção, o que deixa o município em primeiro lugar no ranking de pessoas contaminadas pela doença na região.

Segundo a coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento de DST/Aids (CTA) de Redenção, Coracy Santos o tratamento é oferecido pelo CTA através de medicamentos que são enviados pelo Ministério da Saúde. O CTA leva aos bairros de Redenção as orientações sobre como se prevenir da Aids, e a campanha do momento é direcionada aos adolescentes que somam a maioria dos soropositivos registrados no município.

“Os adolescentes estão mais vulneráveis a doença por não usarem preservativos durante a relação”, ressalta Coracy.

Em 2014, foram notificados 197 portadores. No momento, mais de 400 pessoas estão em tratamento no sul do Estado.

(DOL com informações de Dinho Santos/Diário do Pará)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *