Uma mulher identificada como Hellem Cristina Moreira Pachêco, foi presa na terça-feira, 14, acusada de assassinar o desafeto Axl Sousa Nunes, em Portel, no Arquipélago do Marajó.

De acordo com informações policial, Axl Nunes foi morto com um disparo de arma de fogo e levou cerca de 29 facadas, na segunda, 13. A partir da investigação, foi solicitada a prisão preventiva de Hellem Pachêco pela Polícia Civil de Portel.

A suspeito fugiu para Belém, ao tomar conhecimento que sua suposta comparsa, conhecida como Eisla Costa Ferreira, havia sido capturada.

Hellem Pachêco foi presa durante seu retorno para Portel. Os policiais encaminharam a suspeita para delegacia, onde ficou custodiada à disposição da Justiça para ser submetida a uma audiência de custódia no Poder Judiciário do Pará. 

Por: Portal Notícia Marajó

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.