Mulher é encontrada em estado de decomposição em Castanhal
Foto: Reprodução

Moradores do bairro do Jaderândia, em Castanhal, descobriram um corpo de uma mulher em avançado estado de decomposição em uma área de construção nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (14).

Segundo o Instituto Médico Legal (IML) do município do nordeste paraense, no local, foi achado o documento de Eliane Rocha Tavares, de 38 anos, e em uma primeira análise, os indícios levam a crer que o corpo seja o da mulher.

O cadáver da mulher estava despido e foi achado dentro da estrutura de um prédio público, onde seria construída uma Unidade Básica de Saúde do Bairro do Jaderlândia. Eliane estava desaparecida há cerca de uma semana, e campanhas nas redes sociais foram feitas na tentativa de localizar a mulher.

O IML foi acionado por volta de 11h30, e removeu o cadáver ao prédio do instituto. Contudo, ainda é aguardado a chegada do médico legista que irá analisar o cadáver e determinar a causa da morte.

O IML destaca que o documento de Eliane foi achado no local junto ao corpo, mas como o cadáver estava em avançado estado de putrefação, não foi possível fazer a identificação comparando com a foto do RG, e a vítima como “nome ignorado” no registro de entrada no necrotério. Nenhum parente ou amigo de Eliane foi ao local ajudar na identificação.

Como o cadáver da mulher estava nu, há uma suspeita de que ela tenha passado por violência sexual antes de ser morta, mas somente exames mais detalhados podem comprovar esta hipótese.

O Liberal.