A área foi embargada após os crimes flagrados pelos agentes da Sesma (Alex Ribeiro/Agência Pará)

A quinta fase da Operação Amazônia Viva, iniciada no dia 22 de outubro, identificou uma área equivalente a 250 campos de futebol desmatada Ilegalmente em uma fazenda na área rural do município de Moju. A propriedade foi embargada pelos fiscais, que apreenderam 175 metros cúbicos de madeira em tora e oito motosserras, e destruíram o acampamento erguido no meio da floresta.

No momento do flagrante, 10 homens usavam motosserras para derrubar árvores. O responsável pela coordenação da atividade ilegal foi preso e pagou R$ 17 mil de fiança, mas continua a responder processo na Justiça pelo crime ambiental. O dono da fazenda não estava no local, mas já foi identificado e também vai responder judicialmente.

Nesta edição, o trabalho da Força Estadual de Combate ao Desmatamento está concentrado nos municípios de Senador José Porfírio, Moju, Tailândia, Pacajá, Novo Progresso e São Félix do Xingu. A equipe é formada por 15 profissionais, entre policiais civis, militares do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Corpo de Bombeiros Militar, servidores do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

A “Amazônia Viva” prossegue até o próximo dia 06 de novembro, com as seis frentes de trabalho que cobrem quase 15 municípios.

Por: O liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *