Reprodução/ Portal Moju News

O que a polícia sabe até agora sobre os suspeitos de atentar contra a vida do jornalista Jackson Silva, do município de Moju?

Cinco dias após sofrer uma tentativa de homicídio, o jornalista Jackson Silva, de 28 anos, que atua no município de Moju, nordeste do Pará, continua internado em uma unidade de saúde em Ananindeua. Ele foi submetido a mais uma cirurgia na noite de ontem e se alimenta através de sonda.

Jakson foi atingido com 6 tiros quando chegava na residência dele, em Moju, no último dia 09 desse mês, após sair de um culto adventista. O jornalista teve perfurações no rosto, no braço, pescoço e tórax.

A polícia do município continua investigando o caso. Até o momento ainda não foi divulgado o que teria motivado a tentativa de homicídio. Um homem identificado como Fábio Junior é apontado como suspeito de cometer o atentado. A namorada do suspeito foi presa no mesmo dia do atentado por tráfico de drogas.

Na delegacia, a mulher disse que não tem nenhum tipo de envolvimento com o suspeito de tentar assassinar o jornalista e que não tem envolvimento com o caso.

O quadro de saúde de Jackson Silva segue estável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *