Um dos acusados de participar da morte da professora Nice, em Moju, nordeste paraense, estaria devendo cerca de R$ 47 mil reais para a vítima, contou os familiares da educadora.

Adval Portugal foi apresentado na Delegacia de Moju acompanhado do seu advogado no início da tarde desta terça-feira, 22.

“No dia em que Nice desapareceu, ela iria encontrar ele para receber uma parte do débito combinada”, afirmou uma parente ao portal Roma News, que preferiu não ser identificada.

O crime ocorreu no dia 11 de novembro, quando a professora foi considerada desaparecida. Três dias depois, o corpo dela foi encontrado por populares em uma cova rasa, numa área de mata da cidade.

A remoção foi feita por equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil e do Centro de Perícias Renato Chaves. O cadáver foi transportado para Belém onde foi submetido a análise papiloscópica comprovando a identificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *