A Polícia Militar encontrou nesta sexta-feira (11) quatro corpos que estavam enterrados em um cemitério clandestino dentro de um terreno particular, em Ananindeua, região metropolitana de Belém.

Entre os corpos, estava o do Bombeiro Alan Tadeu Neco Viera, de 26 anos, desaparecido desde sábado (5). Todas as vítimas foram mortas a tiros e estavam amarradas com cordas, indicando sinais de tortura, o que ainda está sendo investigado pela Polícia.

Uma outra vítima foi identificada como Rômulo Matheus Farias Xavier, de 23 anos. Segundo informações de familiares, ele havia saído de casa para conhecer uma mulher que conheceu pela internet, e desapareceu na última sexta (4).

Os outros dois corpos, foram encontrados em avançado estado de decomposição e ainda não foi possível identificá-los.

A Polícia informou que chegou até o local por meio do trabalho da inteligência, que rastreou a última atualização sinal do celular do bombeiro Alan, nas proximidades do terreno, que fica no KM 7 da BR-316.

A Polícia afirma que as investigações continuam para localizar outros corpos que podem estar no terreno. Também está sendo investigado para identificar os corpos e apontar as circunstancias da morte.

O bombeiro Alan Tadeu estava desaparecido desde a madrugada do último sábado (5), após sair de uma boate na Cidade Nova, em Ananindeua.

A moto que ele usava foi abandonada na travessa Tavares Bastos. A família teve informação do desaparecimento após ele não ter ido ao plantão de domingo.

Já Rômulo Xavier desapareceu na madrugada da última sexta-feira (4), no bairro de Águas Lindas, em Ananindeua. Segundo familiares, ele saiu para encontrar uma mulher com quem estava se relacionando pela internet e sumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *